domingo, 7 de agosto de 2016

Já que o papa Francisco não entende: vamos desenhar.

"ESTADO ISLÂMICO RESPONDE AO PAPA: NOSSA RELIGIÃO É DA GUERRA E NÓS TE ODIAMOS"





(Tradução revisada 5/08/16) Por Thomas D. Williams, Ph.D – Tradução Renato Aquino/ FidesPress – O grupo terrorista Estado Islâmico saiu publicamente para responder as declarações do Papa Francisco que a guerra travada por terroristas islâmicos não é de natureza religiosa.

Na mais recente edição da Dabiq (revista que contém a propaganda oficial do Estado Islâmico), o grupo terrorista critica Francisco por sua ingenuidade e apego à falsa convicção de que os muçulmanos desejam paz e convivência pacífica.

No artigo “By the Sword. (Pela Espada)”, os autores afirmam enfaticamente que “Esta é uma guerra divinamente garantida entre a nação muçulmana e as nações dos infiéis”e negam repetidas vezes que “os atos de terror islâmicos são motivados com finalidades econômicas”, como sugeriu o pontífice em uma entrevista.

Mirando a exegese de Francisco, o ISIS declara que as palavras do Papa argentino de que um “autêntico Islã e uma leitura adequada do Alcorão se opõem a todas as formas de violência” na verdade constituem uma armadilha. “Francisco continua a esconder-se atrás de um véu enganador de ‘boa vontade’, escondendo suas reais intenções de pacificar a nação muçulmana “, declara o inflamado artigo.

O Estado Islâmico concluí que Francisco “tem lutado contra a realidade” em seus esforços para retratar o Islã como uma religião de paz.  As conclusões do artigo são acompanhadas pelo insistente convite do Estado Islâmico para que todos os muçulmanos peguem a espada da jihad, a “maior obrigação de um verdadeiro muçulmano”, contra os infiéis.

Retratando o Sumo Pontífice como um novo cruzado contra a nação islâmica, o artigo lamenta que apesar da natureza obviamente religiosa de seus ataques, “muitas pessoas nos países do cruzado (países ocidentais) expressam choque e até mesmo repugnância pelo fato da liderança do Estado Islâmico ‘usar a religião para justificar a violência… 

De fato, jihad – espalhando a regra de Deus pela espada – é uma obrigação encontrada no Alcorão que é a palavra de nosso Senhor”.”Derramar o sangue dos descrentes é uma obrigação comum. O comando é claro: Matar os descrentes, como disse Allah, ‘Então matar os idólatras onde quer que você encontre-los. “, relembra o artigo.

O Estado Islâmico também reagiu à descrição do Papa Francisco de recentes atos de terror islâmico como “violência sem sentido”, insistindo que não há nada de absurdo nisso. “A essência da questão é que há uma poesia para o nosso terrorismo, guerra, crueldade e brutalidade”, eles declaram, acrescentando que o seu ódio para o Ocidente cristão é absoluta e implacável.

Na conclusão do artigo, o ISIS deixa claro que esta é uma questão que não poderá ser resolvida com politica: “O fato é que mesmo que vocês (nações ocidentais) não nos bombardeasse, aprisionasse, torturasse, difamasse e não usurpasse nossas terras, nós (muçulmanos) temos que continuar a odiar vocês. 

Nossa principal razão para vos odiar não deixará de existir até que vocês abracem o Islã. Mesmo que vocês sejam submetidos a pagar jizyah [imposto para infiéis] e viver sob a autoridade do Islã na humilhação, gostaríamos de continuar a odiá-los.

Em uma recente conferência de imprensa no avião de volta da Polônia, o Santo Padre disse aos jornalistas que o mundo está em guerra. “Mas é uma guerra real, não uma guerra religiosa”, disse o pontífice.

Fonte.: http://fidespress.com/mundo/estado-islamico-responde-ao-papa-nossa-religiao-e-da-guerra-e-nos-te-odiamos/


************************** / / ************************


ISIS transmite ao mundo por que ele mata.

Front Page Magazine, por Joseph Klein, 03 de agosto de 2016:

ISIS está tomando ofenderam com os críticos que desafiam sua pretensão de representar o verdadeiro Islã. 

Na última edição de sua revista Dabiq , publicado em 31 de julho, o autor de um editorial intitulado "Why We Hate You e Why We Fight You" repudiou "o Islã é um religião pacífica multidão." 



Essa multidão incluiria Presidente Obama, Hillary Clinton, o Papa Francis e outros líderes mundiais, políticos e formadores de opinião que têm empurrado a narrativa que ISIS é um culto desviante composta por extremistas violentos cujos atos de terrorismo não tem nada a ver com o Islã. 

Ao contrário, afirmou o autor da peça Dabiq, "jihad e as leis da Sharia - bem como tudo o mais tabu considerado pelo-Islam, é uma pacífica-religião multidão - na verdade são completamente islâmico".

O autor começou a citar o Corão para apoiar o seu caso: "E não se engane, pois" em verdade os descrentes são um inimigo claro para você '[Alcorão 4: 101]

ISIS não é a única tecnologia esclarecido. Ele é o marketing savvy, trabalhando duro para preservar a sua marca do verdadeiro Islã daqueles infiéis e apóstatas " 'imãs" no Ocidente "que se atrevem a desafiá-la.


fonte: https://translate.google.com.br/translate?sl=en&tl=pt&js=y&prev=_t&hl=pt-BR&ie=UTF-8&u=https%3A%2F%2Fcounterjihadreport.com%2Ftag%2Fdabiq-15%2F&edit-text=&act=url


domingo, 24 de julho de 2016

Porque a Europa não quis escutar? Monsenhor Marcel Lefebvre - França - 1989


------------------------------------------------------------------------------------------------




A capa de uma revista polonesa com a chamada ‘O estupro islâmico da Europa’ provocou um intenso debate no país sobre a crise migratória no continente. A foto de uma mulher branca enrolada na bandeira da União Europeia sendo atacada por braços de pele escura, em referência aos refugiados islâmicos

Na edição desta semana da conservadora revista wSieci (Na Rede, em português), a publicação promete “uma reportagem sobre o que a imprensa e a elite de Bruxelas estão escondendo dos cidadãos da União Europeia” – a reportagem principal é sobre os estupros e ataques sexuais sofridos por centenas de mulheres na cidade de Colônia, na Alemanha, durante o último réveillon. A maioria dos homens presos na operação que investiga o caso é formada por imigrantes recém-chegados do norte da África.

As cerca de 1.000 denúncias das vítimas no Ano Novo em Colônia, que provocaram uma reação contrária à política alemã de abertura a refugiados, encorajaram mulheres de outros países europeus a também relatar ataques sexuais semelhantes.

“Após os acontecimentos do Ano Novo em Colônia, a população da velha Europa dolorosamente percebeu os problemas decorrentes do fluxo maciço de imigrantes”, escreveu a autora da matéria, Aleksandra Rybinska. “Os primeiros sinais de que as coisas estavam indo mal, no entanto, apareceram bem antes. Eles foram ignorados ou minimizados em importância em nome da tolerância e do politicamente correto.”


*****************************************************************



******************************************************************




*******************************************************************

A resposta:



____________________________________________________________________

A negação do cristianismo como a fundação da Europa


Vive-se hoje um acelerado processo de secularização das sociedades ocidentais. Esta secularização, seja consequência do processo histórico europeu que levou à separação entre igreja e estado, seja consequência do ódio ao cristianismo oriundo do marxismo cultural, que leva consequentemente ao ateísmo moderno.


Mas o secularismo de hoje é diferente. A cultura secular da Europa de hoje é primordialmente anti-cristã. Mas, apesar da Europa ser agressiva contra os princípios cristãos, ela tolera a cultura islâmica ortodoxa. Com isso, a Europa rejeita as suas próprias raízes, e destrói os seus próprios alicerces, sem os quais ela não tem como se defender contra um inimigo que não sofre crise de identidade, que é assertivo, que não é prejudicado por culpa cultural ou vive se questionando, e que não hesita em afirmar a sua superioridade religiosa.


Um exemplo claro é o da BBC, de Londres, que, conforme recentemente declarado por seu director, Mark Thompson, jamais zombaria de Maomé ou do islamismo como zomba de Jesus e do cristianismo [23].


fonte: Lei Islâmicaem Ação.

-------------------------------------

Leia também: 

Multiculturismo: uma agenda perigosa que tardiamente está sendo percebida.


domingo, 3 de julho de 2016

In Memoriam - Carta resposta do servo de DEUS: Padre Rômulo Cândido de Souza

Hoje dia 03/07/2016, Deus nosso Pai, chamou seu servo de DEUS - padre Rômulo Cândido de Souza, que veio a falecer.

Em memória a este valoroso padre que sempre realizava a Santa Missa de forma zelosa, respeitando JESUS Sacramentando, dando a comunhão aos fiéis sempre na língua e de joelhos, deixo aqui sua carta de 2002 em defesa das Santas Mensagens recebidas pelo nosso profeta Pedro II, que estão contidas no grande livro: A Palavra Viva de DEUS - http://www.apalavravivadedeus.com.br/

Ora pro nobis Padre Rômulo - na Paz de Cristo e no Amor de Maria.

Aos que não o conheceram, deixo aqui um vídeo de uma de suas inúmeras homilías em defesa da fé Católica - na Igreja da Obediência a DEUS PAI - Taquaras - Balneário Camboriú - SC.




------------ / / ----------




Carta Resposta do Pe. Rômulo Cândido de Souza, de Aparecida SP, para o Cardeal Aloísio  Lorscheider, Arcebispo de Aparecida - SP , sobre a nota de orientação, dirigida aos fieis, esclarecendo a respeito do confidente Bento da Conceição, residente na paróquia de Camboriú, Arquidiocese de Florianópolis-­SC, que o Cardeal publicou na sua Arquidiocese de Aparecida.

PASTORAIS E PASTORAIS

                  Sr. Cardeal Dom Aloísio Lorscheider,
Lemos com atenção e interesse sua “Nota de Orientação” (Aparecida, 17 de Julho de 2002). Aí são feitos comentários aos videntes em geral, e ao sr. Bento da Conceição, de modo especial. Gostaria de apresentar aqui algumas considerações:
1. - Estamos plenamente de acordo com os princípios gerais de prudência em casos de revelações particulares. Não se pode levianamente aceitar tudo, sem análise e sem critério.
2. - É preciso examinar o tipo da pessoa que transmite as mensagens. Se é um desequilibrado, histérico, doente mental. Se possui virtude sólida. Se as mensagens estão de acordo com a fé e os bons costumes. E também os efeitos que elas produzem nas pessoas.
- Todas essas considerações são legítimas e conhecidas como critérios de análise. 
No caso específico do sr. Bento da Conceição, devo declarar a seu favor o seguinte:
* Eu conheço pessoalmente o sr. Bento e toda a sua família: mulher, nove filhos e netos. * Nunca percebi nenhum traço de fraude, desequilíbrio e exibicionismo. * Todos eles são gente simples, humilde, entregues à oração. Revezam-se durante o dia em vigília de oração e adoração, desde as 6:oo h da manhã até às 21:oo h. * Todos os membros da família participam da vigília. * Tenho comigo os 17 volumes das mensagens do sr. Bento, atribuídas a Jesus, Nossa Senhora e santos. * Nunca tropecei com algum erro teológico ou de moral duvidosa. * A tônica é sempre a mesma: oração, conversão, prática das boas obras, participação na missa, confissão comunhão, obediência ao Papa, caridade fraterna * auxílio aos pobres.
5. - Pelo que me consta, até agora ninguém se preocupou em fazer uma análise em profundidade dos textos e mensagens dos 17 volumes, sob o ponto de vista teológico e moral. O que se vê são apenas escaramuças e um certo mal-estar com relação a algumas práticas litúrgicas (*comunhão com véu para as mulheres * comunhão de joelhos e na boca * comunhão pelas mãos dos sacerdotes.
- Quanto a essas práticas litúrgicas, quero lembrar que estão plenamente de acordo com as normas oficiais da Igreja: Normas do Papa João Paulo II, Conferência dos Bispos do Brasil, e Sínodo dos Bispos, assinado pelo Papa.
7.  - Cito agora explicitamente esses documentos:      
* “Jamais se obrigará algum fiel a adotar a prática da comunhão na mão. Deixar-se-á a liberdade de receber a comunhão na mão ou na boca.” (Igreja do Brasil - Diretório Litúrgico, 1999. - Conferência dos Bispos do Brasil - Ano A - pág. 272-273)
* “Para que o ministro extraordinário, durante a celebração eucarística, possa distribuir a comunhão, é necessário, ou que não estejam presentes ministros ordinários, ou que estes, embora estejam presentes, estejam realmente impedidos.
Pode igualmente desempenhar o mesmo encargo quando, por causa da participação numerosa dos fiéis que desejam receber a comunhão, a celebração eucarística prolongar-se-ia excessivamente, por causa da insuficiência de ministros ordinários.
Esse cargo é supletivo e extraordinário.
Devem-se evitar e remover algumas práticas que há algum tempo foram introduzidas em algumas igrejas particulares, como por exemplo:
- comungar pelas próprias mãos, como se fossem celebrantes.
          - o uso habitual de ministros extraordinários nas Santas Missas, estendendo arbitrariamente o conceito de “numerosa participação.”
(Instrução sobre a colaboração dos fiéis leigos no sagrado ministério dos sacerdotes. - Sínodo dos Bispos - Artigo 8. - Documento aprovado e assinado pelo Sumo Pontífice João Paulo II, ordenando a sua promulgação. - Vaticano, 15 de Agosto de 1997.)
Sr.Cardeal,
* Numa concelebração com 50 padres presentes, por que eles não descem para distribuir a comunhão, segundo as Normas da Igreja? Quem é que está desobedecendo e inventando novas Pastorais? É o sr. Bento? Onde fica a Instrução dada pelo Sínodo dos Bispos, e assinada pela Papa? 
* Em missas nas pequenas comunidades,  com pouca participação de fiéis, às vezes uns 30, por que os ministros extraordinários?
O sr. Bento está seguindo as normas do Papa, dos Bispos do Brasil e Instruções oficiais do Vaticano. Ele é acusado de “usar seus argumentos e atitudes em nome de Jesus.” Certamente, usa o nome de Jesus, mas também segue o pensamento do Papa, do Sínodo dos Bispos e da CNBB.
8. - Gostaria agora de fazer um reparo quanto à falta de lógica na prática da Pastoral. Há coisas bem mais sérias e escandalosas, que não recebem crítica nenhuma:
* Padres que celebram Missa de bermuda e em manga de camisa. Ninguém reclama.
* Fiéis que também comungam de bermuda, e mulheres bastante decotadas. - Ninguém reclama. O véu que algumas usam na comunhão incomoda e atrapalha a Pastoral. O decote e a bermuda não atrapalham nem incomodam.
Sabemos que o véu é um uso cristão, que vem desde o Apóstolo São Paulo. Tem dois mil anos de uso. Mas agora está atrapalhando e incomodando, não se sabe por quê.
* Avisos e cartazes na igreja, fazem propaganda de “camisinha”. - Ninguém reclama. É um cartaz bastante pastoral!!!
9. - E temos outras coisas bastante sérias, no Brasil:
* Aconteceu na Bahia, na Reunião das CEBs, com a presença de milhares de participantes de todas as diocese do Brasil, inclusive   70 bispos.
Aí uma mãe de santo invoca os Orixás, deuses do Candomblé, sobre a assembléia. A mãe de santo foi aplaudida por toda a assembléia. - Chamaram a isso de Macroecumenismo! (X Encontro Intereclesial Latino-Americano, em Ilhéus. - 22.10.2000  - Ver: Revista “Espaços” - Itesp - 2000 8/2). 
* Nessa mesma assembléia rezou-se um “Pai nosso ecumênico” : “Em nome do Pai de todos os povos, / Maíra, mãe de tudo, excelso Tupã (divindade indígena)”.....
Essas inovações não causam confusão, nem escandalizam.    Macroecumenismo!
* Nesse mesmo encontro foram proclamadas novas Bem-aventuranças:  “Bem-aventuradas as pessoas que vêem na diversidade uma riqueza, como a beleza do arco-íris.” “Bemaventuradas as pessoas que cultivam as qualidades necessárias para a vivência ecumênica, e não fazem do seu rito a exclusividade da liturgia.”
A diversidade é uma riqueza, mas vale só para os de fora. Por quê? 
* Na presença de 70 Bispos, “foram clamados todos os elementos da natureza, e foram invocadas TODOS OS NOMES DAS DIVINDADES DAS VÁRIAS RELIGIÕES PRESENTES, especialmente indígenas, cristãs e africanas.”
Invoca-se a Mãe Maíra, misturada ao Pai Nosso. Invocam-se as divindades pagãs. Isso é Pastoral e macroecumenismo. Não escandaliza, não provoca confusão, não atrapalha a Pastoral!
******************
10. -  Com respeito às Mensagens proféticas sobre o futuro e o Papa,
acho que precisamos ser mais humildes. Ninguém é juiz do futuro. Até hoje nenhum juiz teve a coragem de emitir parecer sobre coisas que podem acontecer. Vamos esperar acontecer para julgar.
11. -  É bom lembrar que as Mensagens não são exclusividade do sr. Bento. Elas vêm do mundo inteiro. São centenas, de todos os países. Estão na boca de crianças e de adultos, de todas as condições sociais e de todos os níveis culturais.  E todos transmitem sempre a mesma mensagem básica: oração e conversão, além das conhecidas profecias sobre o Papa. É muita coragem dizer que tudo isso é fraude, histeria, exibicionismo.
12. - Quanto à divulgação dessas mensagens em livros e folhetos, o Código  de direito Canônico é bem claro. “Se esses escritos não têm aprovação eclesiástica, não podem ser distribuídos em igrejas e oratórios.” (Canon 827, 4).  Igrejas e oratórios. Isto significa que podem ser distribuídos fora das igrejas e oratórios, de mão em mão. Se o Código de Direito Canônico já previu essa situação, por que criar obstáculos à margem do Direito?
13. - Com relação à autenticidade das Mensagens, lembro o pensamento de Karl Rahner, teólogo do Concílio, elogiado por Paulo VI. Rahner fala:
* “Deus não está obrigado a falar sempre através da Hierarquia. O Espírito de Deus pode dirigir-se a qualquer membro da Igreja para agir nela.”
* “Sempre existiu na Igreja, junto com o poder oficial, transmitido pela imposição das mãos, a vocação do Profeta, humanamente intransmissível. Nenhum dos dois carismas pode substituir o outro.”
“E se Deus fala, será que existe algo de insignificante nessa Mensagem? Será que a Palavra de Deus é supérflua?”
“Por que o cristão não pode aceitar o auxílio de luzes diferentes dos princípios expressos na Teologia?”
* “Muitas vezes nós chamamos a essas luzes, com um certo desdém, de `revelações privadas`. E as consideramos um luxo típico de certas almas piedosas.”
* “A Teologia tradicional ensina que a função da Igreja é apenas examinar se essas revelações são conciliáveis com o Depósito da fé revelada. Se existe concordância, a Igreja as entrega à liberdade dos fiéis, que podem aceitá-las com uma fé humana.”
* “Mas essa posição teológica é por demais negativa e incompleta. É preciso acrescentar: Se uma revelação privada tem fundamentos suficientes e razoáveis de autenticidade, implica necessariamente o direito e o dever de dar o seu assentimento com fé divina.”
* “Tanto o destinatário direto das Mensagens, como outros fiéis que tomam conhecimento delas, estão obrigados em consciência, com fé divina, a dar a sua adesão, se acharem que os fundamentos são suficientes.” (Karl Rahner, SJ, Insbruck - Tirol - em “Revue d´Ascetique et de Mystique” - n 98-100, Abril - Dezembro de 1949, pgs. 506-514).
         Sr. Cardeal, são estas as reflexões de um dos maiores teólogos do século 20, e um dos mentores do Concílio Vaticano II. Neste final de século, as revelações particulares têm-se multiplicado em todos os recantos do mundo. Não podemos tratá-las com desprezo, na expressão de Rahner. Elas podem ter fundamento suficiente de autenticidade. Nesse caso, diz ele, é preciso dar o assentimento com fé divina. Ou, pelo menos, é necessário respeitar a posição daqueles cristãos que aderem às Mensagens, porque sua consciência o exige.
Existe um documento do Vaticano II sobre a “Liberdade de consciência”. Será que isso vale só para os de fora, e não para os cristãos e católicos?
É claro que precisamos ser prudentes: “Prudentes como serpentes” e não aceitar ingenuamente qualquer coisa. Analisar, desconfiando. Confiar, analisando. Mas acho também que precisamos desconfiar de nossa incapacidade de perceber a palavra de Deus na boca dos humildes. Na História da Igreja o profetismo e as mensagens quase nunca aparecem para  doutores e teólogos, mas para gente simples: As crianças de Fátima eram analfabetas, Bernadete de Lourdes era analfabeta, João Diego de Guadalupe era um índio analfabeto, Joana d´Arc era analfabeta.
Sr. Cardeal, não seria bom desconfiar um pouco de nossa ciência teológica? Não estamos repetindo a história dos fariseus, que rejeitaram e mataram os profetas?
Uma questão que proponho novamente, e parece esquecida pela Pastoral:
Existe Ecumenismo SÓ PARA OS DE FORA ? Não existe Ecumenismo PARA OS DE DENTRO. Por quê?
A mãe de santo que invoca os Orixás sobre a assembléia é aplaudida por 70 bispos. Um cristão que comunga de joelhos, na boca, é um “desorientador das pastorais,” “atrapalha a caminhada da Igreja” “impõe normas contrárias às existentes.”  Por  que a diferença? (Os documentos citados acima mostram que não é o Sr. Bento que está impondo essas normas. É o Papa, o Sínodo dos Bispos e documentos oficiais da Igreja, assinados e datados.)
***********************
Sr. Cardeal, peço que não me leve a mal ter feito essa considerações. Vivemos num tempo cheio de idéias novas e iniciativas corajosas. Admiro o seu zelo pastoral e a sua humildade. Por isso me atrevi a expor com sinceridade meu ponto de vista. O objetivo desta carta não é fazer contestação, mas ajudar a refletir sobre os rumos da Pastoral.
Em nome da liberdade de consciência, do ecumenismo e do pluralismo, acho que deve haver mais espaço para práticas e pontos de vista diferentes, ainda mais que foram tradicionais na Igreja durante 2000 anos.
Para sua tranqüilidade, eu digo: Apesar de ter idéias pastorais divergentes em alguns casos, eu NUNCA faço críticas em público, nem  interfiro  nos usos pastorais do Santuário e das Comunidades. Respeito e aceito a consciência dos outros, para ser coerente com meus próprios princípios de liberdade de consciência.
                            --------------------------------------------------------------
                            Pe. Rômulo Cândido de Souza C.SS.R.
                            Aparecida, 23 de Julho de 2002


O Pe. Rômulo obteve licença, pessoalmente, do Srº. Cardeal para a publicação, no dia 08/08/2002.


domingo, 5 de junho de 2016

' Festa do implante - torne-se um ciborgue ' - Europa sob a marca da besta.


Pioneiros Festival: Com 500 start-ups e o novo núcleo chanceler pelo Vienna Hofburg





Finalmente, eles conseguiram o que sempre quis: Hoje, 24 de maio de 2016 Andreas Tschas e Jürgen Furian pode, os dois criadores do Vienna pioneiros Festival saudou o chanceler austríaco com ele. A quinta edição do Start-up Conferência de Viena, praticamente o auge da Austrian Gründerszene, Christian Kern (SP) prometeu - seu antecessor Werner Faymann nunca foi para passar para chegar perto com a indústria jovem start-up.


Além de núcleo para um total de 2.500 convidados irão viajar através dos salões majestosos de Viena Hofburg - incluindo 500 start-ups de todo o mundo. Estes vêm livre no novo programa Pioneers500 à conferência: 500 novas empresas foram selecionadas (até à data, mais de 3 milhões de investimento Euro) em uma fase de aplicação e recebeu dois bilhetes gratuitos). Significado do outro lado: os investidores e representantes de grandes empresas tem que desembolsar cerca de 1.800 euros, para estar no evento com a gente.
Preços e investidores para start-ups


O 500 tinha viajado startups, incluindo muitos nomes famosos da Áustria, alguns prometido. Por um lado, há os pioneiros Desafie o título de "Pioneer of the Year", incluindo adequada e colher prêmios em dinheiro, por outro lado, será oferecida a possibilidade de ser capaz de entrar em contacto com cerca de 300 investidores presentes - entre eles representantes conhecidos de Y Combinator, 500 startups, TechStars, Accel Partners ou a velocidade Invest.


É patrocinado o evento, entre outros, Cisco, Grupo Erste, o austríaco Post, Microsoft e T-Mobile - essas empresas esperam ganhar de ser capaz de entrar em diálogo com as novas empresas.


fonte: https://translate.google.com.br/translate?hl=pt-BR&sl=de&u=https://www.trendingtopics.at/pioneers-festival-2016-500-start-ups/&prev=search





- Como tudo começou - 



Suecos fazem 'festas do implante' para se transformar em ciborgues

  • 13 dezembro 2014
Já era noite em Estocolmo quando um grupo de oito pessoas chegou ao Swahili Bobs, um estúdio de tatuagem nos becos escuros do bairro de Sodermalm.

Durante o dia, eles são empresários de tecnologia, estudantes, web designers e consultores de TI, mas, naquela noite, eles seriam transformados em ciborgues.

Pode parecer o início de um romance de ficção científica, mas é um relato de acontecimentos reais, protagonizados pelo biohacker Hannes Sjoblad.

Ele organizou o que chama de "festa do implante", que aconteceu no final de novembro e foi um de muitos eventos semelhantes. Durante o encontro, oito voluntários recebem implantes com um pequeno chip de identificação por rádiofrequência (RFID) sob a pele da mão. Sjoblad também tem um.

Ele ainda está pensando pequeno. Tem o plano de conseguir até 100 voluntários nos próximos meses, com 50 implantes já realizados. Mas sua visão para o futuro é muito maior.

"Vamos chegar a mil, depois a 10 mil. Estou convencido de que essa tecnologia veio para ficar e, em breve, não vamos achar estranho ter implantes em nossas mãos."
Portas abertas

Sjoblad encontra voluntários nas redes sociais e comunidades de hackers na Suécia – pessoas que estão acostumadas a "brincar" com tecnologia.

No momento, o chip implantado na mão age somente como interface de segurança, permitindo que os usuários abram as portas de suas casas sem a chave.

Para fazer isso, no entanto, eles precisam comprar fechaduras novas, que atualmente são caras.

Com um uma pequena adaptação para telefones Android, o implante também consegue desbloqueá-los. Mas há potencial para muito mais funções.Image captionA implantação do chip RFID é feita por tatuadores profissionais e é reversível, caso o usuário se arrependa

"Acho que estamos apenas começando a descobrir o que podemos fazer com isso. (O chip) tem um potencial muito grande para registrar toda a vida de uma pessoa", diz Sjoblad.

"Com os aplicativos para registrar exerícios e rotinas alimentares que as pessoas estão usando, você precisa digitar tudo o que come ou onde está indo. Mas ao invés de inserir os dados no meu telefone, posso passar meu implante por ele e ele saberá que estou indo dormir."

Ele vai mais além: "Imagine que sensores em uma academia possam reconhecer, por exemplo, quem está segurando um haltere pelo chip na sua mão".

"Vivemos a explosão da internet das coisas – logo haverá sensores ao meu redor que me permitam registrar minhas atividades em relação a eles", acredita.

fonte: http://www.bbc.com/portuguese/noticias/2014/12/141213_ciborgues_suecos_jw_cc






A marca da besta já está pronta para ser publicada

12/06/2014

Mensagem recebida pelo Profeta Pedro II (Bento da Conceição) - Taquaras – Balneário Camboriú – Santa Catarina – Brasil. Informações fone- fax: (0xx47) 3367-7110 ou (0xx47) 9234-1114 (Vivo) ou (0xx47) 9112-8000 (Tim) ou (0xx47) 3360-7167

Indomáveis são esses que não têm mais nada que se aproveitar, mesmo que dê mais tempo para se arrependerem dos seus grandes pecados, jamais aceitarão, em troca da Vida Eterna. 

Meus queridos filhos, como posso aguentar tanto, se só vejo os que vêm Me seguindo, sempre Me pedindo: “Jesus querido, eu já não aguento mais de tanto sofrimento que recebemos das altas autoridades, sendo que só nós temos que viver com as migalhas que vem até a nossa mesa, enquanto são gastos bilhões com coisas que não levam a nada. 

Vê Senhor Jesus, nós que somos Seus filhos, que damos o maior respeito por tudo o que é mais sagrado, não temos este direito nem de ter um lar decente, temos que viver correndo atrás de um lugarzinho para criar nossos filhinhos”. 

É isto que Me dói mais, ver os inocentes Me pedindo socorro, no mundo inteiro. Por isso, a vós peço: não desistam por nada deste mundo, porque esse não é Meu. O Meu está para vir tão logo. 

Só Estou esperando o que os profetas escreveram, que primeiro tem que vir a marca da besta, que já está pronta para ser publicada. A questão será por poucos dias, daí sim, o mundo vai ver quem é este que se diz Meu servidor, mas não é. Este é servidor do Meu maior inimigo, o diabo, que vem Me atentando desde o começo do mundo. 

Nunca, de lá para cá, parou de me aborrecer, mas que agora, não terá mais tempo como vêm pensando seus adeptos, que usam de sua riqueza para massacrar os mais pobres que vêm acreditando em Mim. Por isso, Meu filho Pedro II, tu estás fazendo toda a Minha Vontade, e não a de um homem, que só tem o nome, e não cara de gente, porque se fosse gente, faria o que João Paulo II fez, que sempre defendeu o que é Meu. 

Mas como não tem mais resistência, entregou-se ao diabo, para ajudar a esses homens perdidos, que são filhos do diabo, que vem Me envergonhando até dentro de Minha Igreja.

Espírito Santo e Pedro II


quarta-feira, 1 de junho de 2016

Mensagem recebida pelo Profeta Pedro II (Bento da Conceição) - Taquaras – Balneário Camboriú - 31/05/2016

Resultado de imagem para livro A Palavra Viva de Deus
Mensagem recebida pelo Profeta Pedro II (Bento da Conceição) - Taquaras – Balneário Camboriú – Santa Catarina – Brasil. Informações fone- fax: (0xx47) 3367-7110 ou (0xx47) 9234-1114 (Vivo) ou (0xx47) 9112-8000 (Tim) ou (0xx47) 3360-7167

Antes que chegue a Minha Hora, estejam com este que vem escrevendo

31/05/2016


As consequências que vierem a cair daqui para frente, tudo não passa de um só que vem Me provocando, mexendo com as Escrituras, onde deveriam ser respeitadas palavra por palavra. Mas, onde estão as autoridades nesta hora? Fugiram para não perder o seu cargo. A vós Eu digo: por tudo aquilo que vêm sendo mexido, todos pagarão. Dei toda liberdade, mas não para mexer no que Me pertence. Quando alugas um imóvel teu, jamais vais permitir que derrubem uma só parede, mas o que criei, vieste para destruir o que é Meu. A estrutura de Minha Igreja já não é mais como sempre foi, aos poucos vêm mexendo, tirando-Me do centro para pôr um que irá te levar para inferno. Isto, que fique bem claro: todos aqueles que vêm aceitando esta mudança dentro do que é Meu, na Minha frente todos serão réus. Este filho que agora está na frente, neste podem confiar: Pedro II. O Meu Santo Espírito junto está até a consumação dos séculos. Olhe que poucos vêm acreditando neste que só faz como Venho pedindo. Não pensem que por ele ser o que é, por ser simples, não faz como escrito está. Este Me obedece. Mas o que se acha dono da verdade é terrível, que vem dando toda liberdade. O seu espírito, só Eu posso ver, que por fora representa como se fosse uma ovelha, mas por dentro só Eu posso ver. Todos os lobos da Terra perto dele não são nada. Em uma só lambada com o seu rabo derruba tudo o que estiver em sua frente. Por isso, os que são já dele vêm obedecendo para não mais fazer como escrito foi pelos Profetas e Meus Apóstolos. Agora, um novo Caminho Venho ensinando, que só Eu que Virei tão logo para resgatar só o que Me pertence, tirando fora para não serem prejudicados no momento de Minha cólera. Neste dia, nada escapará. Tudo o que não presta, o fogo consumirá.
Meus filhos, Sou muito cauteloso com quem vem Me ouvindo através destas escritas. Todas estas palavras são puras e santas. Por isso, antes que chegue a Minha Hora, estejam com este que vem escrevendo, porque Sou Eu por inteiro que Estou com esta família que criei só para Me servir: família Conceição, o Santo Nome de Minha Santa Mãe, que se chama: Maria Imaculada Conceição.

Jesus de Nazaré e Papa Pedro II

terça-feira, 31 de maio de 2016

Evo Morales, a coca e o papa Francisco.

Notícia de - segunda-feira, 9 de maio de 2016

Hermano Papa, se la recomiendo, así va aguantar toda la vida'. 

Evo Morales foi se queixar dos bispos que criticam o narcotráfico instalado no Estado


Na rabeira de Raúl Castro e de Nicolás Maduro, o presidente da Bolívia, Evo Morales, fez ouvir sua voz em defesa de Dilma Rousseff, enquanto o impeachment não a tirar do Planalto.

Evo inaugurou sua conta oficial no Twitter e mostrou saber fazer uso dela enviando uma mensagem de apoio à presidente brasileira calcada no discurso petista:



“Não ao golpe congressal (sic!). Defendamos a democracia do Brasil, sua liderança regional e a estabilidade da América Latina”.
Segundo o jornal “La Nación”, de Buenos Aires, “o presidente aimará admitiu sentir ‘indignação’ pelas noticias que chegavam do Brasil e mostrou estar do lado do povo que, segundo ele, é quem tem a verdade”.

Há poucas semanas o povo boliviano tirou-lhe em referendo a possibilidade de se reeleger mais uma vez, contrariando a vontade expressa de Evo e de seu partido. Nesse caso não tinha a verdade!!!

O presidente boliviano foi no Vaticano, onde teve – segundo o jornal“Clarín” de Buenos Aires – “disparatado encontro com o Papa Francisco”.

“¡Hermano Papa, qué alegría verlo!” – saudou aos berros o presidente no início da audiência na qual aconselhou o Papa Francisco a tomar coca.

“Se la recomiendo así aguanta toda la vida”, explicou, talvez pensando no amargo momento por que passam os líderes populistas, políticos ou religiosos do continente.

O presidente de Bolívia foi recebido mais longamente que seu homólogo argentino Mauricio Macri, eleito no país natal do Pontífice e ante quem Francisco I exibiu carrancuda fisionomia, em dissonância com a imagem que se divulga habitualmente dele.

Evo Morales foi se queixar dos bispos de seu país. Numa carta pastoral eles advertiram contra o “avanço do narcotráfico e sua penetração nas estruturas do Estado boliviano”. E Evo se sentiu atingido.

Também aproveitou para fazer apologia da coca, recomendando-a ao Papa Francisco na presencia dos jornalistas: “Eu tomo, me faz muito bem, eu lhe recomendo, assim aguenta a vida toda”.

Embora possa ser ingerida a título medicinal em infusões caseiras sem nenhum efeito tóxico, a folha faz parte da lista de drogas e narcóticos elaborada pela ONU em 1961.

Evo presenteou o pontífice com duas mensagens e três livros. A primeira mensagem foi dos líderes da Central Obrera Boliviana(COB) e a segunda, da Coordinadora Nacional pelo Cambio, organizadora dos movimentos sociais.

Ambas as mensagens apoiam as críticas do presidente aos bispos pelo tráfico oficial de drogas. Também defendem o cultivo da coca e invectivam a “grupos relacionados com a Igreja Católica” que atacam aos movimentos sociais.

Segundo o jornal espanhol “El País”, os três livros – Coca, la dieta citogénica; Coca, un biobanco e La coca contra la obesidad – fazem o elogio do consumo da coca.

E como se fosse pouco, o presidente Morales ainda tirou de uma caixa um busto de madeira do líder aimará Tupac Amaru, ícone da esquerda subversiva e guerrilheira latino-americana e da Teologia da Libertação, esquartejado em 1781 após liderar uma revolta indígena.


Evo deu mais um presente de sabor marxista a Francisco I:
Um busto do líder indígena Tupac Amaru
símbolo da guerrilha comunista e da Teologia da Libertação



Francisco presenteou o presidente boliviano com dois livros: um com a exortação apostólica “A alegria do amor” e outro com una entrevista do Papa intitulado “O nome de Deus é misericórdia”.

Para o Grupo de Diários América (GDA), que reúne onze grandes grupos jornalísticos latino-americanos, a “esperança” do início dos anos 2000, materializada pelo “socialismo do século XXI”, desabou após os resultados eleitorais na Venezuela, na Argentina e na Bolívia.

“O pêndulo começou a virar à direita, evidenciando o desgaste dos modelos”, comenta em artigo reproduzido pelo “O Globo”.

— A esquerda sempre clamou ter monopólio da vontade popular. Os “outros” não são povo. Em momentos em que a esquerda perde popularidade e os “outros” viram maioria, ela recorre a teorias de conspiração para justificar que ela continua sendo a voz do povo — analisa Juan Carlos Hidalgo, do Instituto Cato, com sede em Washington, segundo o jornal carioca.
fonte:http://esta-acontecendo.blogspot.com.br/
Escrito por: Luis Dufaur
Escritor, jornalista, conferencista de política internacional, sócio do IPCO,
webmaster de diversos blogs

sexta-feira, 27 de maio de 2016

O Rosário não é opcional - pelo Padre Patrick Perez


Belo artigo - convincente - para esses tempos atuais onde muitos correm atrás do tempo perdido... mas não tem tempo para rezar.

Clique na imagem abaixo e leia!

Está em PDF.

Salve Maria!









Mensagem recebida pelo Profeta Pedro II (Bento da Conceição) – Taquaras – Balneário Camboriú – Santa Catarina – Brasil. Informações fone- fax: (0xx47) 3367-7110 ou (0xx47) 9234-1114 (Vivo) ou (0xx47) 9112-8000 (Tim) ou (0xx47) 3360-7167

Estejam onde estiverem, não precisam ter medo

22/05/2014





Sobreviver já diz tudo, é só pensar bem nesta palavra, dar ouvido ao Criador de todas as coisas e ter certeza de que jamais esta pessoa vai morrer, porque, pelo tempo que já foi decretado, na lista já estão todos os que vêm fazendo a Vontade de Meu Santo Filho Jesus. 

É Ele que precisa de pessoas assim para esperar por Ele, que já Está pronto para assumir o cargo que Lhe pertence, O Redentor de todos os viventes. Sim, porque foi Ele quem criou, só não criou foi a morte, esta foi Seu maior inimigo. Assim como irá acontecer tão logo com esses que vêm praticando a iniquidade, homens que só tem cara de gente, mas não são. 

Mulheres que vêm fazendo o serviço sujo e nojento, que é insuportável vendo dessa maneira. Uma quer se passar por inteligente, outra hora deixa que sua vergonha venha mostrar, para que o homem se perca no meio da podridão. É um lamaçal podre, que não há mais como suportar. 

Quando O Santo Espírito chega a ver essas coisas, fará o mesmo como fez com Sodoma e Gomorra, mas não com quem vem dando o máximo de respeito pelas coisas sagradas. Serão só estes que irão sobreviver no meio de tanta tragédia, sem ferir nenhum, porque nesta hora, são milhões de Anjos para cuidar de cada um. Estejam onde estiverem, não precisam ter medo. 

Assim como já houve no meio de uma guerra, de muitos saírem ilesos, sem ter nenhum problema, é o que irá acontecer tão logo. Meu Santo Filho Jesus, olhando por tudo o que Ele criou, pouco se vê as boas sementes quererem crescer. São sufocadas pelo mau cheiro insuportável dessas almas perdidas. Quisera Eu, Maria, Sua Mãe, fazer todo o possível para tirar esses filhos ingratos da miséria humana, mas não dá, porque já foram contaminados com o vírus da morte. 

Esses estão vivendo seus últimos dias, por não darem o mínimo de respeito, pelo menos com as roupas que vêm vestindo, que não deixa de ser vergonhoso diante do seu Criador e de Mim, que Sou da parte feminina. Tudo isto que vem acontecendo, os falsos pastores aceitam tudo como estiver.

Senhora do Santo Rosário e Pedro II


fonte: http://ceifadores.com.br/mensagens/



Leia também: http://mdemisericordia.blogspot.com.br/2015/08/a-arma-eficaz-contra-os-ataques-do.html

terça-feira, 17 de maio de 2016

Aviso para os evangélicos,... e para católicos que abandonaram a verdadeira religião.






Vulto que anda sobre a terra.

10/07/2000
Mensagem recebida pelo Confidente Católico Bento da Conceição ?Taquaras ? Balneário Camboriú ? Santa Catarina ? Brasil. Informações fone- fax: (0xx47) 3367-7110 ou (0xx47) 9234-1114 (Vivo) ou (0xx47) 9112-8000 (Tim) ou (0xx47) 3360-7167
FONTE: http://www.ceifadores.com.br/Mensagem/1009/Vulto-que-anda-sobre-a-terra




Bento: Santo Pai! Quis mostrar a Sua Divindade, através do Santíssimo Sacramento, a uma evangélica, mas não aceitou e nem acredita. Esta veio na minha casa pela dor, mas não por amor. O que devo eu fazer, Senhor, quando aqui voltarem estas pessoas?




A Igreja é lugar Sagrado! Quem vier entrar nela e dizer que não acredita em nada no que ela apresenta, como o Sacrário, os pertences que fazem parte da Santa Missa, a Cruz, que identifica o Meu martírio, e as imagens dos que Me serviram, a tal pessoa, que vier por qualquer pretexto, não precisa nem dar ouvido, muito menos dialogar, pois Meu adversário se coloca diante dessas pessoas, onde por ele estas pobres almas vêm sendo enganadas.

Os pertences que serviram na Ceia, que realizei junto com Meus Apóstolos, foram por Mim purificados. Se eles não o fossem, não poderia o cálix receber o vinho e a mesa o pão. Assim como o Altar recebe o vinho e a água e a Santa Hóstia, sobre a mesa, onde vai tudo isto, ela por Mim é abençoada, e não há outro lugar em que o Cordeiro de Deus possa ser consagrado. Por isso a Minha Igreja é uma só assim como Eu Sou um só e não dois.

Quem divide a Minha Presença, este ou esta pessoa está sujeito a perder sua alma;

quem rejeita Minha Doce Mãe é a Mim que está rejeitando; e quem vier dizer que Santo não tem poder, a Sagrada Escritura, na mão desta gente, passa a ser um livro comum, por desprezar os que escreveram, onde todos foram escolhidos por Mim, assim como escolhi a ti também, Meu filho. Tudo isto vens escrevendo porque é Meu Santo Espírito que está sobre o teu corpo. Daí, teus braços e tuas mãos só escrevem o que Eu quero.

Agora, filhos amados, é tempo de fazerdes tudo aquilo que vos ensinei: "Idem pregar o Evangelho em Meu Nome. Mas, se numa morada vos rejeitarem, por serdes católicos, sacudí até o pó de vossos calçados. Só deixai Minha Paz a todos aqueles que vos receberem bem" (Mt. 10, 5-14).

Daqui por diante será assim. Os que ouvem Meu chamado, não irão contra vós. Mas, os que têm ouvido e nada disso aceitam, estas pessoas são surdas e não aceitam a verdade. Quem de vós pode Me dizer o que devo fazer, ó filhos ingratos? Se tal pessoa escolho, é por que conheço o que se passa no coração de um homem. Por isso escolhi este pequeno homem diante de Mim, para confundir os letrados, os que se acham donos da verdade. E, se vieres a bater no peito, dizendo que estás acima deste que escreve, olhes que não tens poder algum, pois um Juiz tu não és, um advogado também não e um administrador menos ainda. Se com tudo isto que te falo, não vieres te humilhar diante de Mim e nem passares a ser um dos últimos, caso continues com tua teimosia, no Juízo Final só serás chamado para receberes a tua sentença, e olha que não está muito longe.

Quem busca confusão, não sabe o que diz e nem pode enxergar nada, pois vive só por ver os outros viverem; são somente vultos que andam sobre a terra.


Jesus


-----------------------//-------------------------





Introdução

Desde os tempos apostólicos muitos cristãos abandonaram a Igreja Católica. Este processo teve início no surgimento das primeiras heresias (como as heresias judaizante e gnóstica), foi potencializado com o surgimento do Islã, da Reforma Protestante e o Iluminismo. Cresceu em progressões geométricas desde o aparecimento do Pentecostalismo Americano no final do séc. XIX. 


Neste artigo quero convidar o leitor (principalmente católicos e ex-católicos) a uma profunda reflexão sobre estes fatos e sua relação com as advertências que os Apóstolos nos deixaram sobre os últimos tempos.

"Quereis vós também retirar-vos"

Esta pergunta Jesus fez aos Doze Apóstolos, após muitos de seus discípulos decidirem abandoná-lo, conforme relata São João em seu Evangelho: "Desde então, muitos dos seus discípulos se retiraram e já não andavam com ele" (Jo 6,66).

Por que muitos discípulos de Jesus revolveram abandoná-lo? Minutos antes o Senhor havia ensinado uma das verdades fundamentais da Fé:

"Em verdade, em verdade vos digo: quem crê em mim tem a vida eterna. Eu sou o pão da vida. Vossos pais, no deserto, comeram o maná e morreram. Este é o pão que desceu do céu, para que não morra todo aquele que dele comer. Eu sou o pão vivo que desceu do céu. Quem comer deste pão viverá eternamente. E o pão, que eu hei de dar, é a minha carne para a salvação do mundo" (Jo 6,47-51).

Relata o Evangelista que "A essas palavras, os judeus começaram a discutir, dizendo: Como pode este homem dar-nos de comer a sua carne?" (Jo 6,52). Eles ficaram escandalizados com as palavras de Cristo. Será que Jesus estava falando em parábolas? Então, o Salvador continua:

"Então Jesus lhes disse: Em verdade, em verdade vos digo: se não comerdes a carne do Filho do Homem, e não beberdes o seu sangue, não tereis a vida em vós mesmos. Quem come a minha carne e bebe o meu sangue tem a vida eterna; e eu o ressuscitarei no último dia. Pois a minha carne é verdadeiramente uma comida e o meu sangue, verdadeiramente uma bebida. Quem come a minha carne e bebe o meu sangue permanece em mim e eu nele" (Jo 6,53-56) (grifos meus).

Nosso Senhor deixa bem claro que Ele é verdadeiramente o Pão da Vida. Nosso Senhor termina seus ensinamentos confirmando mais uma vez o que havia dito outras duas:

"Assim como o Pai que me enviou vive, e eu vivo pelo Pai, assim também aquele que comer a minha carne viverá por mim. Este é o pão que desceu do céu. Não como o maná que vossos pais comeram e morreram. Quem come deste pão viverá eternamente. Tal foi o ensinamento de Jesus na sinagoga de Cafarnaum" (Jo 6,57-59).

É bem provável que se Jesus não tivesse feito tal Revelação, os discípulos que o abandonaram ainda estivessem com Ele. No entanto naquela ocasião eles não tinham um outro Cristo para seguir; ou ficavam com Jesus ou o abandonavam, e sabemos muito bem qual foi a decisão deles.

Ser Cristão não é confessar uma idéia ou filosofia que tenha como núcleo o Cristo, mas sim estar em sintonia com toda Verdade Revelada por Ele. Ou confessamos Cristo por inteiro, ou estaremos confessando uma mentira ou uma meia-verdade que é pior que a mentira. Nos informa ainda o Evangelista:

"Muitos dos seus discípulos, ouvindo-o, disseram: Isto é muito duro! Quem o pode admitir? Sabendo Jesus que os discípulos murmuravam por isso, perguntou-lhes: Isso vos escandaliza? Que será, quando virdes subir o Filho do Homem para onde ele estava antes?... O espírito é que vivifica, a carne de nada serve. As palavras que vos tenho dito são espírito e vida. Mas há alguns entre vós que não crêem... Pois desde o princípio Jesus sabia quais eram os que não criam e quem o havia de trair" (Jo 6,60-64).


Os ensinamentos de Cristo naquela ocasião escandalizaram e continuam escandalizando a muitos até hoje. Esta Verdade de Fé que não foi inventada pela Igreja (como anunciam aos quatro ventos os inimigos da Igreja), mas foi Revelada pelo próprio Cristo conforme testifica a Escritura Sagrada.

Assim como no passado, ainda hoje muitos abandonaram a Fé Católica porque não crerem na presença real de Cristo no Sagrado Sacrifício da Missa. Durante séculos se ecoou a voz dos primeiros apóstatas: "Isto é muito duro! Quem o pode admitir". Não admitindo esta Verdade caíram no mesmo erro de seus predecessores.

Por isso ainda hoje as palavras do Cristo se fazem necessárias: "Isso vos escandaliza? [...] As palavras que vos tenho dito são espírito e vida. Mas há alguns entre vós que não crêem".

Muitas pessoas deixaram a Igreja Católica porque deixaram de crer ou nunca creram que a carne e o sangue do Senhor são "verdadeiramente comida" e "verdadeiramente bebida" respectivamente. Desta forma, a pergunta do Senhor aos Apóstolos estende-se àqueles que ainda estão na Igreja Católica: ?Quereis vós também retirar-vos?? (Jô 6,67).

A grande apostasia predita por São Paulo nos últimos tempos


Hoje em dia todo mundo conhece alguém que abandonou a Fé Católica. Existem ex-católicos que se tornaram ateus, espíritas e a maioria protestante. A Europa de outrora que fora católica hoje é atéia. O Catolicismo oriental encontra-se suprimido pelos regimes totalitários do Islã e dos países Budhistas, como a China e Japão. Na América Latina, o Catolicismo encontra-se anulado pelas doutrinas modernistas da RCC e dos teólogos de esquerda da Teologia da Libertação; situação esta que muito tem contribuído para a aliciação de fiéis católicos pelas seitas.

No Brasil, país considerado possuir o maior rebanho católico do mundo, a grande maioria dos católicos não possuem conhecimento de sua Fé, não se envolvem em iniciativas de evangelização e não buscam uma vida santa.
O IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) desde 1970 tem registrado uma progressiva diminuição da população católica do País.

Todos esses fatos corroboram fielmente com a apostasia anunciada por São Paulo nos últimos tempos:

"No que diz respeito à vinda de nosso Senhor Jesus Cristo e nossa reunião com ele, rogamo-vos, irmãos, não vos deixeis facilmente perturbar o espírito e alarmar-vos, nem por alguma pretensa revelação nem por palavra ou carta tidas como procedentes de nós e que vos afirmassem estar iminente o dia do Senhor. 

Ninguém de modo algum vos engane. Porque primeiro deve vir a apostasia, e deve manifestar-se o homem da iniqüidade, o filho da perdição, o adversário, aquele que se levanta contra tudo o que é divino e sagrado, a ponto de tomar lugar no templo de Deus, e apresentar-se como se fosse Deus" (2 Ts 2,1-4).

Portanto, até que Cristo venha, a Fé que Ele instituiu será quase que totalmente erradicada da face da terra.


Estamos vendo para onde se encaminha o destino deste mundo, o que me faz lembrar as célebres palavras do Senhor: "Mas, quando vier o Filho do Homem, acaso achará fé sobre a terra?" (Lc 18,8).


Diante do embate contra o Príncipe deste mundo, nós católicos que persistirmos firmes na Fé e na antiga Tradição dos Apóstolos, devemos renovar nossa esperança lembrando-nos das palavras de São Paulo à Igreja Católica:

"Primeiramente, dou graças a meu Deus, por meio de Jesus Cristo, por todos vós, porque em todo o mundo é preconizada a vossa fé. [...] A vossa obediência se tornou notória em toda parte, razão por que eu me alegro a vosso respeito. [...] O Deus da paz em breve não tardará a esmagar Satanás debaixo dos vossos pés. A graça de nosso Senhor Jesus Cristo esteja convosco!? (Rm 1,8; 16,19-20).

fonte: http://www.veritatis.com.br/apologetica/protestantismo/8025-a-debandada-catolica-e-a-apostasia-dos-ultimos-tempos
***********************************************************************************************

Apostasia = perca da fé, da verdadeira fé Católica, transmitida pelos Apóstolos e conservada pela Santa tradição. A apostasia se faz presente principalmente nas igrejas católicas aonde não se acredita na presença REAL de JESUS na Santa Hóstia, dando o Corpo de CRISTO e Seu Sangue nas nãos dos fiéis e estes deixando as Partículas da Santa Hóstia caírem no chão e com isso pisam novamente no Corpo e Sangue de CRISTO, assim como fizeram com JESUS na crucificação.


A Tradição é contrária ao modernismo, as alterações no Pai Nosso, as alterações na liturgia e toda heresia propagada aos 4 ventos, dizendo que qualquer religião é válida, desde que se acredite me DEUS.